Arquivo da categoria ‘Política’

Desabafo

Publicado: 07/11/2011 por salvacaoemcristo em Política

Ultimamente só tenho revolta e uma esperança que diminui a cada dia!

Nesse país devem haver mais ONGs para defesa de animais do que para ajudar pessoas.

Esse governo está envolvido em escândalos diários, já caíram inúmeros ministros e ninguém faz nada, se houver uma eleição amanhã sairão vencedores novamente porque esse é o governo da barganha, troca-se voto por esmolas e bolsa-familia.

Aí ficamos na expectativa dos seres pensantes dessa sociedade que são os estudantes se mobilizarem de alguma forma, mas não, estão preocupados em fumar maconha na universidade! Na boa? Estou de SACO CHEIO de tudo isso! Cada país tem o governo que merece e nós brasileiros de modo geral merecemos o nosso, pois, falamos dos políticos mas nossas ações diárias em muitos dos casos superam suas falcatruas, no cafezinho pro guarda, na ocupação de vagas de deficientes, na “consultoria” de despachantes para agilizar processos, enfim, no nosso maldito jeitinho!

A burocracia é fonte de lucro, pra se livrar dela se suborna. A saúde precária é fonte de lucro, favorece a máfia dos planos de saúde. Copa do mundo, Olimpíadas, fontes de lucro, beneficiam as grandes empreiteiras que pagam o gesto bondoso de suas escolhas com obras superfaturadas. Educação? Pra que? Melhor um povo incauto e ignorante para que o curso das coisas não mude e sejam meramente maça de manobra na mão de interesses escusos.

Hoje ouvi o comentário de um “especialista” o qual não me dei ao trabalho de decorar o nome ou função que disse a uma radio de São Paulo que a culpa da morte de um cinegrafista da BAND que estava cobrindo uma matéria de uma ação do BOPE foi da policia que é violenta e que o bandido tem medo de se entregar devido a essa violência da polícia e por isso eles lutam até a morte.

Que país é esse? Que mundo estamos criando e não estamos nos dando conta? Policia é bandida e bandido é coitado? Será que só eu estou louco e vejo isso como um absurdo? Com certeza a família desse tal comentarista nunca ficou nas mãos desses bandidos, porque se tivesse ficado ele veria o que era violência, que Deus permita que nunca aconteça.

Estou cansado de discussões sobre efeitos e não sobre as causas, querem legalizar drogas, legalizar abortos, homossexualismo é normal, tudo em nome dos direitos humanos, aí vem uma frase mais que batida mas aplicável, os direitos humanos devem ser primeiramente para os humanos direitos.

A receita para a mudança todos sabem mas ninguém quer por em pratica, não há vontade política para implementá-las, a sociedade é feita de pessoas, e todas essas pessoas possuem um histórico de vida, o problema está na base, na estrutura familiar e para que haja uma estrutura familiar é necessário condições básicas de sobrevivência.

Uma família estruturada não precisa ser rica, ela precisa de alicerces, e podem me apedrejar, mas por experiência própria eu digo, ela precisa ser constituída de pai (macho), mãe (fêmea) e filhos, onde, esses pais precisam ter um emprego com um salário digno, condições de trabalho dignas, transporte publico decente para que eles cansem menos e cheguem a suas casas o mais rápido possível para que possam ter tempo com os filhos que também precisam ter creches e escolas de qualidade, que não sejam um depósitos de informação mas eduquem, esses professores responsáveis por essa educação devem também ser bem remunerados e preparados, além de tudo isso essa família precisa viver em um local seguro, saneado, higiênico e que tenham acesso a rede de saúde pública também de qualidade.

Enfim, depois querem dizer que o Governo não tem responsabilidade na formação de pessoas, a responsabilidade é quase que total do poder púbico que não oferece o mínimo de condições para que uma família tenha estrutura, o que vemos é a falta de informação que gera a gravidez indesejada, que gera um filho para ser criado em um ambiente sem saneamento, sem acesso à saúde e educação de qualidade, os pais muitas vezes são separados, muitas vezes desempregados, sem dinheiro se desesperam, uns buscam a vida do crime, outros se refugiam nas drogas, e assim continua o circulo vicioso. Claro que só condições básicas não fazem o caráter de ninguém mas é um primeiro passo extremamente importante na formação de um cidadão, a estrutura familiar, educacção e valores são os outros. E nós o que fazemos? Discutimos como solucionar as conseqüências e não as causas.

Enfim, esse foi só um desabafo de mais um brasileiro que luta para ganhar seu pão, sem perder a fé e os princípios que recebeu de sua FAMILIA.

Como a China dominará o mundo

Publicado: 15/08/2011 por salvacaoemcristo em Política

COMO A CHINA IRÁ DOMINAR O MUNDO
Luciano Pires é diretor de marketing da Dana e profissional de comunicação

Alguns conhecidos voltaram da China impressionados.
Um determinado produto que o Brasil fabrica em um milhão de unidades, uma só fábrica chinesa produz quarenta milhões…

A qualidade já é equivalente. E a velocidade de reação é impressionante.
Os chineses colocam qualquer produto no mercado em questão de semanas….
Com preços que são uma fração dos praticados aqui.

Uma das fábricas está de mudança para o interior, pois os salários da região onde está instalada estão altos demais: 100 dólares.
Um operário brasileiro equivalente ganha 300 dólares no mínimo que acrescidos de impostos e benefícios representam quase 600 dólares.
Quando comparados com os 100 dólares dos chineses, que recebem praticamente zero benefícios…. estamos perante uma escravatura amarela e alimentando-a…

Horas extraordinárias? Na China…? Esqueça !!!
O pessoal por lá é tão agradecido por ter um emprego que trabalha horas extras sabendo que não vão receber nada por isso…

Atrás dessa “postura” está a grande armadilha chinesa.
Não se trata de uma estratégia comercial, mas sim de uma estratégia de “poder” para ganhar o mercado ocidental .
Os chineses estão tirando proveito da atitude dos ‘marqueteiros’ ocidentais, que preferem terceirizar a produção ficando apenas com o que ela “agrega de valor”: a marca.

Dificilmente você adquire atualmente nas grandes redes comerciais dos Estados Unidos da América um produto “made in USA”. É tudo “made in China”, com rótulo estadunidense.

As empresas ganham rios de dinheiro comprando dos chineses por centavos e vendendo por centenas de dólares…
Apenas lhes interessa o lucro imediato e a qualquer preço.
Mesmo ao custo do fechamento das suas fábricas e do brutal desemprego. É o que pode-se chamar de “estratégia preçonhenta”.

Enquanto os ocidentais terceirizam as táticas e ganham no curto prazo, a China assimila essas táticas, cria unidades produtivas de alta performance, para dominar no longo prazo.

Enquanto as grandes potências mercadológicas que ficam com as marcas, com o design…suas grifes, os chineses estão ficando com a produção, assistindo, estimulando e contribuindo para o desmantelamento dos já poucos parques industriais ocidentais.

Em breve, por exemplo, já não haverá mais fábricas de tênis ou de calçados pelo mundo ocidental. Só haverá na China.

Então, num futuro próximo veremos os produtos chineses aumentando os seus preços, produzindo um “choque da manufatura”, como aconteceu com o choque petrolífero nos anos setenta. Aí já será tarde de mais.
Então o mundo perceberá que reerguer as suas fábricas terá um custo proibitivo e irá render-se ao poderio chinês.

Perceberá que alimentou um enorme dragão e acabou refém do mesmo.
Dragão este que aumentará gradativamente seus preços, já que será ele quem ditará as novas leis de mercado, pois será quem manda, pois terá o monopólio da produção .

Sendo ela e apenas ela quem possuirá as fábricas, inventários e empregos é quem vai regular os mercados e não os “preçonhentos”.

Iremos, nós e os nossos filhos, netos… assistir a uma inversão das regras do jogo atual que terão nas economias ocidentais o impacto de uma bomba atômica… chinesa.

Nessa altura em que o mundo ocidental acordar será muito tarde.

Nesse dia, os executivos “preçonhentos” olharão tristemente para os esqueletos das suas antigas fábricas, para os técnicos aposentados jogando baralho na praça da esquina, e chorarão sobre as sucatas dos seus parques fabris desmontados.

E então lembrarão, com muita saudade, do tempo em que ganharam dinheiro comprando “balatinho dos esclavos” chineses, vendendo caro suas “marcas- grifes” aos seus conterrâneos.

E então, entristecidos, abrirão suas “marmitas” e almoçarão as suas marcas que já deixaram de ser moda e, por isso, deixaram de ser poderosas pois foram todas copiadas….

Politica & Poker. Acha que não tem nada a ver?

Publicado: 28/01/2011 por salvacaoemcristo em Esporte, Política

Aqueles que já nos acompanham a algum tempo sabem que os dois assuntos preferidos desse que vos escreve são Poker & Política!

Há tempos me deparei com um texto de um dos maiores jogadores de Poker que o Brasil já teve, se não for o melhor, ninguém mais, ninguém menos que André Akkari!

Em seu texto sobre o discurso de posse de nossa atual presidentE (me recuso a chama-la de presidenta) ele faz uma analogia ao jogo de Poker que achei sensacional.

Enfim, segue abaixo o texto e não deixem de acessar o blog do Akkari.

Dilma usa de estratégias avançadas de poker no seu primeiro discurso

A nossa presidente Dilma no seu discurso mostrou técnicas avançadas de poker para dar o seu primeiro passo no posto mais alto de comando do nosso país.

No primeiro momento, Dilma se beneficiou de posição privilegiada, ou seja, sentada à esquerda de seu antecessor que encerra o mandato com 87% de aprovação, governo este que, agindo primeiro, demonstrou a ela quais seriam os melhores caminhos e discursos para agradar a todos. Dilma percebeu que sentada depois de Lula, havia chegado a hora de agradar a classe média, mostrar àqueles que Lula não conseguiu agradar tanto que com ela seria diferente, usou a fraqueza de seu oponente para estabelecer posição e facilitar seus primeiros passos.

De que valeria para Dilma falar novamente sobre a classe pobre, pelo menos com tanta ênfase? Nada, óbvio, seu parceiro de mesa Luís Inácio já havia feito este serviço. Na mesa de poker você deve atacar as fraquezas do seu oponente e não ressaltar suas forças.

Quem duvida de que Lula seja adversário ou oponente de Dilma nesta mesa de poker está muito enganado. Ele é sim. Não somente oponente, como também o maior deles. De hoje em diante começam todas as comparações com o governo anterior que podem aterrorizar dia e noite o governo Dilma.

Outra tática bem sucedida do nosso esporte que Dilma usou com sabedoria no discurso de posse foi o blocking bet, ou seja, ela pensou “Vou fazer uma aposta aqui que já sei o resultado, mas com ela pretendo engessar as ações dos meus possíveis adversários!” O Blocking bet vem com esta natureza, bloquear uma aposta de um adversário através de uma aposta minha que seja o máximo de fichas que eu queira investir naquele pote, com isso, eu precifico o quanto quero pagar para ver aquela última carta, em vez de permitir que meu oponente o faça. Dilma fez isso quando prometeu uma classe média forte, sólida e empreendedora!

Nossa classe média já vem neste processo faz tempo, já é a classe mais empreendedora da nação. Garantir solidez à mesma é garantir solidez ao país como um todo, o brasileiro é empreendedor por natureza, dê condições a ele que ele cria, gera empregos. Dilma abusa da expressão classe média para agrada-los mas, na verdade, o discurso é aberto. Com esta manobra, ela bloqueia os tapas desta classe, agrada com uma promessa vazia, pois a citação por si só gera aparente paz. Quanto à classe pobre, seu adversário Lula já fez a primeira parte do serviço, agora pode esperar. Para a classe rica, como não é composta de muita gente, resolvemos nos bastidores!

Por outro lado, Aécio Neves já soltou o primeiro tribet (colocar pressão, antes das cartas comunitárias serem abertas, subindo a aposta de um oponente a sua direita), completamente equivocado, diga-se de passagem, ainda é muito cedo para tribetar a moça, não adianta nada querer colocar ação pré flop nos blinds 10/20, espera o barco andar primeiro para depois sim você começar a colocar pressão. Sem contar que a mulher vem da situação de um Governo com 87% de aprovação, entende Aécio? 87% de aprovação, meu amigo, esquece, batendo de frente agora você vai agradar tão pouca gente que só vai queimar seu filme, filme este que é uma das últimas esperanças da oposição, um dos poucos que já não está queimado! Ameaçar que a Presidente estará sob os olhos vigias da oposição é o mesmo que não dizer nada, seria melhor ter dado os parabéns e prometer apoio neste primeiro momento, trazendo ela para o jogo e mostrando para estes 87% que na oposição existe alguém sensato, que sabe competir e quer de fato quer o melhor para o país, ainda que estivesse blefando.

O Governo é isso, um grande jogo de poker, com cartas nada marcadas, pois os adversários são reais, sendo assim, as estratégias também devem ser bem reais, caso contrário acontece com eles o que acontece com 90% dos jogadores de poker, serão perdedores no médio e longo prazo.

Estamos apenas no primeiro blind, nos primeiros minutos de um torneio de 4 anos, todo mundo com um stack enorme, vamos ver o que eles irão fazer com estas fichas, o grande problema é que quem pagou o buy in de todos da mesa fomos nós, brasileiros!

Um grande abraço,

André Akari

A Evolução da Educação

Publicado: 21/01/2011 por salvacaoemcristo em Política

Segue abaixo um texto que recebi do meu colega de trabalho André Pastre.

Achei o texto muito interessante e relata muito bem como anda a educação de nossos dias:

A Evolução da Educação:

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia…
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional,

Hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas…

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.
Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00.
Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO

6.. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

7. Em 2010 vai ser assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder).
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.

– Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:

“Todo mundo está ‘pensando’ em deixar um planeta melhor para nossos filhos…Quando é que se ‘pensará’ em deixar filhos melhores para o nosso planeta?”

Bolsa Família

Publicado: 20/01/2011 por salvacaoemcristo em Política


Esse é um tema polêmico que permeou o noticiário do País desde sua criação e com maior ênfase nas últimas eleições presidenciais. Há quem a chame de esmola, há que é ferrenhamente a favor, enfim, há opiniões sobre o tema pra todos os gostos, e já que cada um tem sua opinião por que não emitir a minha…rs.

Sendo assim vamos entender um pouquinho o que é esse programa, como foi criado, o que ele abrange, etc.

O Bolsa Familia é um programa de transferência de renda criado pelo Governo Lula em 2003 por sugestão de Marconi Perillo então Governador de Goiás pelo PSDB para integrar e unificar ao Fome Zero (diga-se de passagem foi um fiasco) com os antigos programas implantados no Governo FHC: O Bolsa Escola, Auxilio Gás e o Cartão Alimentação.

Resumindo, o Governo Lula não criou nada, apenas integrou programas já existentes e ampliou o número de famílias atendidas (não é uma critica, apenas uma constatação dos fatos pra que se dêem os créditos a quem é devido).

O programa consiste em ajuda financeira às famílias pobres. A contrapartida e que as famílias beneficiárias mantenham seus filhos e/ou dependentes com frequência na escola e vacinados. O programa visa a reduzir a pobreza a curto e a longo prazo através de transferências condicionadas de capital, o que, por sua vez, visa a quebrar o ciclo geracional da pobreza de geração a geração. É considerado um dos principais programas de combate à pobreza do mundo, tendo sido nomeado como “um esquema anti-pobreza inventado na América Latina (que) está ganhando adeptos mundo afora” pela britânica The Economist. (acho que o The Economist entendeu o lance e botou uma mensagem subliminar em seu comentário).

Quem lê a descrição acima sobre o programa fica orgulhoso de ter um Governo preocupado com os mais pobres, com a habilidade em fazer planos de combate à pobreza, o mundo olha e se encanta, mas será que é assim mesmo que as coisas funcionam por aqui???

 

Vamos à minha opinião:

O Bolsa Familia ou qualquer programa de distribuição de renda é extremamente importante e necessário, antes de criticar, chamar de esmola, pense em como seria a sua vida com uma renda R$ 50,00 a R$ 100,00 por mês pra sustentar uma familia, graças a Deus hoje tenho uma boa condição mas já passei necessidades e sei o quanto é importante para uma familia pobre cada centavo, quando raramente tínhamos carne os pedaços eram contados, e fazia-se sopa com as sobras pra não desperdiçar aquela preciosidade e olha que nem se comparava à situação de milhares de familias no Brasil.

O problema não está na idéia, no programa, na iniciativa, o problema está na logística, na educação dos recebedores, no acompanhamento, na fiscalização e principalmente no uso eleitoreiro do beneficio e é nesse ponto que o The Economist estava certo (talvez sem saber) quando qualificou como “um esquema anti-pobreza inventado na América Latina”.

O que se vê de concreto sobre os beneficiados pelo programa:

Beneficiários do bolsa familia passam menos tempo no emprego (Veja em 16/01/2011 – http://veja.abril.com.br/noticia/economia/beneficiarios-do-bolsa-familia-passam-menos-tempo-no-emprego ) – Ao conseguir um emprego perdem o beneficio, sendo assim, melhor ganhar um pouco menos sem fazer nada do que um pouco mais tendo de trabalhar, quando percebem isso abandonam seus empregos pra continuarem recebendo o benefício.

Há falta de fiscalização com inúmeras familias recebendo o beneficio sem a menor necessidade por não se ter mecanismos de controle, situações como essa são comuns, assim como o controle sobre a obrigatoriedade dos filhos na escola é falho e a maioria dos filhos dos beneficiários continuam fora da escola.

Enfim existem muitos problemas pontuais que eu ficaria aqui relatando, mas creio que os dois principais pontos são a falta de investimento no cidadão beneficiário e o uso eleitoreiro do programa.

Só dinheiro não resolve o problema, sabe aquela “gambiarra” que você fez e que acabou virando definitiva? Então, assim é o Bolsa Familia, o dinheiro ajuda a matar a fome mas nunca vai tirá-lo da miséria e dar oportunidade de crescimento, pois, em sua maioria são moradores de regiões pobres e carentes de infra-estrutura, não se tem escolas, não tem acesso à cultura, à condições de formação para se qualificarem para o mercado de trabalho, enfim, se não há investimento no cidadão para que ele cresça o Bolsa Familia torna-se uma esmola, e o beneficiário não vendo meios para sair da situação em que está se encosta no beneficio e acha que do jeito que está está bom.

Outro ponto, esse foi o maior esquema de “compra de votos” que um governo já criou, se coloque na pele de um beneficiário. Se colocou? Então vamos lá…qual a chance de você votar na oposição do atual governo sendo que ele perpetua que caso não sejam eleitos o próximo Governo irá cortar o benefício? Nenhuma correto? Se o programa atende 13 milhões de familias, levando em conta que há familias que possuem mais de 1 eleitor, já imaginaram o numero de votos que isso rende?

Finalizando, não sou contrário ao programa, como disse ele é essencial mas deve ser acompanhado de controle, fiscalização, incentivo aos beneficiários, investimentos nas regiões em que residem, deve ser acompanhado de educação, cultura, oportunidades pra que as pessoas deixem de ser um beneficiários para tornarem-se um cidadãos dignos.

E que o atual governo pare de utilizar essas pessoas atendidas como massa de manobra eleitoreira, que se tenha mais respeito pelos miseráveis desse país, que haja vontade politica de tirar essas pessoas da situação em que vivem e não em ampliar o beneficio para se ter mais eleitores.

Cada vez mais estamos presos nas mãos de uma Ditadura Social e cada dia mais torna-se difícil sairmos dessa situação…

Orgulho de ser Paulista

Publicado: 03/10/2010 por Raphael Mata em Política

É isso aí, meus amigos. Pode até soar xenofóbico (ou bairrista), mas estou sentindo um tremendo orgulho do povo de São Paulo, e de ser paulista. Sabem por que?

Porque a mobilização dos paulistas permitiu uma oportunidade para que VERDADES venham a tona – ou vocês acham que os tucanos vão continuar covardes na campanha do segundo turno?

Porque provamos nas urnas que a sequência de um bom trabalho não é continuísmo – é CONTINUIDADE. Parabéns, Alckmin!

Porque NÃO elegemos um pagodeiro espancador de mulheres e fomentador da segregação racial para o senado – acreditem, estou feliz aliviado pela Marta também. E ao Aloisio Nunes, boa sorte.

E porque, pasmem, temos senso de humor. Ou vocês acham que a incrível votação do Tiririca é protesto?

Faça a diferença em 31 de Outubro!

Vamos lá, paulista. Seja você filho da terra, ou filho das circunstâncias, faça a diferença por seu país. Fazer parte do maior colégio eleitoral do Brasil é o que separa homens de meninos – e temos as urnas para declararmos nossa instatisfação e vontade de mudanças.

O Brasil não é vermelho, nem azul. É verde e amarelo, e espera uma reviravolta no segundo turno.

O Retrato falado da política brasileira

Publicado: 30/09/2010 por salvacaoemcristo em Política

O Retrato falado da política brasileira

Música: Perfeição – Legião Urbana

Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja de assassinos
Covardes, estupradores e ladrões
Vamos celebrar a estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso Estado, que não é nação
Celebrar a juventude sem escola
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade.

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta de hospitais
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras e seqüestros
Nosso castelo de cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda hipocrisia e toda afetação
Todo roubo e toda a indiferença
Vamos celebrar epidemias:
É a festa da torcida campeã.

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar um coração
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo o que é gratuito e feio
Tudo que é normal
Vamos cantar juntos o Hino Nacional
(A lágrima é verdadeira)
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão.

Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a vida inteira
E agora não tem mais direito a nada
Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isso – com festa, velório e caixão
Está tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou esta canção.

Venha, meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão.

Venha, o amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera –
Nosso futuro recomeça:
Venha, que o que vem é perfeição

Política do pão e circo

Publicado: 31/08/2010 por salvacaoemcristo em Política

O que temos visto nos últimos dias nada mais é que o retrato do nosso país estampado no horário eleitoral “gratuito”, entre aspas porque o valor de isenção de impostos que recebem as emissoras de TV para transmitirem o horário eleitoral é monstruoso, ou seja, de gratuito só o nome. 

Assim como na Roma antiga vivemos a política do “pão e circo”, a diferença é que na Roma antiga o circo era feito em estádios (o mais famoso deles era o Coliseu) construídos para lutas de gladiadores e durante os eventos distribuíam-se pães e trigo aos espectadores, assim esqueciam-se dos problemas e achavam o governo o “máximo” pois lhes proporcionavam o alimento e o espetáculo.

 Alguma diferença dos dias atuais?

 Vivemos o país da Copa do mundo de 2014, das olimpíadas de 2016 e o povo alegre se preocupa com os atrasos das obras, ninguém questiona o legado que isso trará ao país, ninguém questiona os milhões ou bilhões que serão desviados em construções faraônicas nesse período, afinal de contas o que importa é o Circo.

 Vivemos no país do Loby, onde o Sr. Presidente da Republica faz Loby para que seu time do coração tenha estádio, até pedido de ajuda para a maior empreiteira de seu governo para a obra ele pediu. Análise do projeto antes de sua aprovação? Pra que? Aprovaram a construção sem mesmo uma análise prévia.

 Resumindo…o circo está sendo montado para a alegria de todos, na abertura provavelmente teremos mulheres semi-nuas rebolando seus corpos esculturais com músicas sem conteúdo. Mulatas dançando ao som de músicas carnavalescas, um convite ao turismo sexual dos gringos.

 Não me sinto representado como brasileiro dessa forma, mas infelizmente esse é exatamente o retrato de nosso país.

 Mas e o pão? O pão já vem sendo distribuído há tempos através de projetos assistencialistas e demagogos como o bolsa família que pra mim foi o maior esquema de compra de votos já criado por um governo.

 Obras assistencialistas são essenciais em qualquer país onde haja tanta desigualdade social como o nosso, porém deve ser seguido de uma política justa e fiscalização, o que infelizmente não vemos. O que vemos são famílias aumentando o número de filhos para ganharem mais receita com a famosa “bolsa”, vejo pessoas que não querem registro em carteira pra não perderem o benefício, pessoas que continuam sem nenhuma oportunidade.

 É o jargão antigo de dar o peixe mas não ensinar a pescar.

 Investir na educação? Pra que? Ter uma população incauta é desejável já que assim a manipulação fica mais fácil, dessa forma ninguém quer saber o passado dos candidatos às eleições, ninguém investiga, ninguém sabe o papel de cada um, quais as suas atribuições.

 Comentários como “não tenho em quem votar, vai nesse mesmo”, “Acho que precisamos de uma mulher no comando”, “não voto no outro porque ele vai tirar o bolsa família”, “voto nele (a) porque deu emprego pro meu parente”, etc… são frases extremamente comuns.

 Elegem-se ladrões, palhaços, mulheres-frutas, artistas, afinal de contas o circo precisa continuar.

 Não tenho dúvidas que vivemos nos dias de hoje a política do pão e circo da Roma antiga, e infelizmente é o que a maioria quer, por isso temos o país que merecemos ter.

 Marcos Oliveira